quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Gênesis

Linda a exposição de Sebastião Salgado no Museu do Meio Ambiente - Jardim Botânico -R.J, de uma beleza, uma sensibilidade desse gênio, mais 70 mil pessoas foram ver, agora indo para São Paulo e sei que lá também será um recorde de público, e isso acontecerá por onde a exposição passar, aqui ou no exterior.. Parabéns Sebastião Salgado, e muito obrigada por nos proporcionar essa beleza. Muito mais sucesso.

"...Puder ver as relações de vida, descobri que todas as especieis animais que fotografei são tão racionais quanto a minha.  Foi uma mentira enorme que me contaram, durante grande parte da vida, de que a única especie racional era a minha.  Cada especie tem sua racionalização..."
(Sebastião Salgado)

"Nossa sociedade vive num vazio intelectual grande, de comportamento e objetivo na vida..."
(Sebastião Salgado)

"A dignidade não é só da espécie animal, nem monopólio da especie humana..."
(Sebastião Salgado)


quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Genética Mendeliana

Genética Mendeliana é o conjunto de princípios relacionados à transmissão hereditária das características de um organismo a seus filhos. São elas:

Princípio da Segregação

Durante a meiose, os membros de cada par de alelos separam-se em diferentes células sexuais ou gametas, desse modo eles ocorrem em diferentes gerações. Este processo é chamado de separação ou segregação de separação dos híbridos.
O conceito de segregação ou princípio de Mendel é a separação dos pares de determinadores, que resulta em uma 'pureza de gametas. Os genes pareados (pares alélicos) separam-se um do outro e são distribuídos a diferentes células sexuais.
A segregação ou separação dos pares ocorre durante a formação das células reprodutivas maduras ou gametas.
Os zigotos que carregam duas unidades de um alelo são chamados de Homozigoto e os que que carregam dois alelos são Heterozigoto.
O fenótipo refere-se a expressão visível do caráter e genótipo refere-se a constituição gênica real.
Híbridos são a descendência de um cruzamento entre dois indivíduos geneticamente diferentes.

Cruzamento Monoíbrido - São básicos para a genética Mendeliana.

Dominância e Recessividade

Dominantes - São os fenótipos que podem ser atribuídos a uma única substituição alélica. O caráter é passado por um dos progenitores a aproximadamente metade da prole ou pessoas que não expressam o caráter não são portadores do alelo e portanto não o transmitem aos filhos.

Recessividade - São aqueles que necessitam de combinações homozigotas para se expressarem.  O caráter é geralmente detectado entre descendentes dos mesmos progenitores e a média é que 1/4 da prole seja afetada.

Codominância - ocorre qdo ambos alelos de uma par se manifestam inteiramente em um Heterozigoto. E esses alelos agem de forma distinta, ou seja, a mesma função, mas diferentes na seqüência exata de aminoácidos.

Semidominânia - Produzem o mesmo produto, mas em quantidade menores se comparados ao alelo dominante, ou seja, na ausência de dominância completa, todo genótipo possui um fenótipo distinguível.

Epistasia - É a interação funcional de diferentes genes não alélicos. Qualquer gene que mascare a expressão de outro gene não alélico é epistático a este gene. A epistasia é a inteiração entre diferentes genes, não alélicos, enquanto que a dominância é a inteiração entre diferentes alelos do mesmo gene.

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Expiação

"O tubarão Tubaro
Tem dor de dente
Mas nenhum dentista
Quer o cliente.
Nos mares chora.
E a maré, na costa, sobe fora de hora."
(Mirta Aguirre. Poemas com sol e sons)

sábado, 29 de junho de 2013

Testamento de Pavlov

"Que hei de desejar-vos, moços da minha Terra, que vos dedicais à Ciência ??

Em primeiro lugar, DISCIPLINA !

Sobre essa condição importantíssima do trabalho científico, jamais podereis falar sem emoção. Disciplina, disciplina, disciplina.
Desde o começo do trabalho aprendi severa disciplina no acumular dos conhecimentos.
Aprendei as primeiras noções antes de tentar escalar o cimo da Ciência. Jamais comeceis a seguinte sem haver dominado o que vem antes.
Nunca tenteis contornar a insuficiênia de conhecimento, ainda que seja com o mais ousado jogo de conjecturas e hipóteses. Por mais que essa bolha de sabão Possas embevecer os vossos olhos,  ela, inevitavelmente, arrebentará, deixando apenas o sentido da vergonha.   Aprendei, comparai, colecionai os fatos.  Apesar de tão perfeita, a asa do pássaro jamais poderá mantê-lo em vôo, a não ser que saiba libar.  Os fatos são o ar dos cientistas, sem eles ninguém poderá voar.  Sem eles as teorias serão esforços vãos.
Mas ao aprender, experimentar e observar, não vos deixeis ficar na superficie dos fatos.  Não vos torneis arquivistas de fatos.  Procurai penetrar o segredo da sua ocorrência, buscai com persistência as leis que os governam.

Em segundo lugar, MODESTIA !

Nunca imagineis saber tudo.   Por mais que seja o vosso prestígio, tende a coragem de dizer a vós mes os: Não passo de um Ignorante!  Não permitais que a sober a vos assalte.  Se não lhe resistirdes, acabareis tornando-vos obstinados quando for preciso concordar, recusando o conselho útil e o auxílio amigo e perdendo a objetividade.

Finalmente, PAIXÃO!

Lembrai-vos de que a Ciência exige, do homem, toda sua vida.  E se ele tivesse duas vidas, Ainda isso não seria bastante.  Sede dedicados em vosso trabalho e em vossas pesquisas."

terça-feira, 28 de maio de 2013

Um Bichinho Só Pra Mim

Nem peixinho eu posso ter
Tartaruga, nem pensar.
Mas eu quero escolher,
Qualquer bicho vou amar.


"Dá trabalho!" - mamãe diz,
E me pede pra esquecer.
Mas justo o que sempre quis,
Como deixar de querer?

Prometo que vou cuidar
do meu bicho com atenção.
Faço o que ele precisar,
Não vai dar trabalho não.


Mas não adianta promessa,
Pois parece ser em vão.
Depois de muita conversa,
A resposta ainda é NÃO!

O mundo inteiro tem bicho,
Só eu que não posso ter !
Não consigo entender isso.
Você pode compreender?


Fico então imaginando:
Um bichinho aqui comigo,
E nós dois sempre brincando.
Eu seria o seu amigo!

Você pode ter pensado
Que eu moro em apartamento.
Mas está muito enganado,
Moro em casa, aqui no centro.


Tem espaço que só vendo!
Mamãe quer até um bebê.
E por isso eu não entendo:
Não pode bicho, por quê?

Por que você não me escreve,
Me ajudando a resolver?
E qualquer ideia serve,
Pois não sei o que fazer!

(Sônia Barros)

domingo, 26 de maio de 2013

Algumas Síndromes Genéticas


  • Síndrome de Patau; 
  • Síndrome de Edwuard;
  • Síndrome de Down;
  • Síndrome de Duplo Y;
  • Síndrome de Triplo X;
  • Síndrome de Klinefelter;
  • Síndrome de Turner;
  • Síndrome do X Frágil;
  •  Síndrome de Apert;
  • Síndrome de Rett;
  • Síndrome de Williams;
  • Síndrome de Zellweger;
  • Síndrome de Rubinstein-Toybi;
  • Síndrome de Angelman;
  • Síndrome de Towneis-Brocks;
  • Síndrome de Treacher-Collins;
  • Síndrome de Custing;
  • Síndrome de Werner;
  • Síndrome de Rendu-Osler-Weber;
  • Síndrome de Padre-Willi;
  • Síndrome de Morfan;
  • Síndrome de Alport;
  • Síndrome de Waadenburg;
  • Síndrome de Lambert-Eaton;
  • Síndrome do QT Longo;
  • Síndrome de Werdnig-Hoffmmann;
  • Síndrome de Gaucher.

domingo, 12 de maio de 2013

Ciclo Vital de uma Célula Somática

Célula Somática - São quaisquer células dos organismos multicelulares que não estejam diretamente envolvidas na reprodução.

          O ser humano começa a vida como um ovócito fertilizado (zigoto), uma célula diplóide da qual todas as células do organismo são derivadas por uma série de centenas de mitoses.   obviamente, a mitose é crucial para o crescimento e diferenciação, mas ocupa apenas uma pequena parte do ciclo vital de uma célula.
          A fase  S é o estagio de síntese de DNA.
          As fases G1, S e G2 constituem, juntas a Interfase, as três fases levam um total de 16-24 horas, enquanto a mitose dura apenas 1 a 2 horas.

Mitose

           A mitose é o processo pelo qual as células eucarióticas dividem seus cromossomos entre duas células menores do corpo. Está dividido em 5 fases: Prófase, Prometáfase, Metáfase, Anáfase e Telófase.
           É uma das fases do processo de divisão celular ou fase mitótica do ciclo celular.

Prófase - Inicia a mitose e se caracteriza por condensação gradual dos cromossomos.

Prometáfase - A célula entra na prometáfase quando a membrana nuclear se rompe , permitindo que os cromossomos se dispersem dentro das células.

Metáfase - Os cromossomos atingem a contração máxima. Eles se dispõem no plano equatorial da célula.

Anáfase - Permite que as duas cromátides de cada cromossomo se movam para os pólos opostos da célula.

Telófase - É a fase mitótica em que os cromossos começão a se desespirilizar. A carioteca ou invólucro nuclear reconstroi-se. O citoplasma sofre clivagem por um processo conhecido como Citocinese. Há duas células-filhas completas, cada uma uma com um núcleo contendo todas as informações genéticas da célula original, a célula-mãe.

Meiose

           A meiose é um tipo de divisão celular pela qual as células diplóides da linhagem germinativa dão origem a gametas haplóides.
           Há duas divisões meióticas sucessivas: A Meiose ! e a Meiose II.
           Na meiose I é conhecida como a Divisão Reducional, o numero de cromossomos reduz de diplóide para haplóide. A meiose I ou primeira divisão meiótica, é dividida em 5 fases:

Prófase I - Que é dividida em vários estágios:  Leptóteno, Zigóteno, Paquíteno (Nesse estágio ocorre o Crossing-over), Diplóteno e Diacinese.

Metáfase I - A membrana nuclear desaparece.

Anáfase I - O número de cromossomos é repartido igualmente e cada produto term o número de haplóide de cromossomos.

Telófase I - Os dois conjuntos haplóides de cromossomos se agrupam nos pólos opostos da célula.

Citocinese - Não há síntese de DNA entre a primeira e a segunda divisões meióticas.

          Meiose II é semelhante a uma mitose comum, exceto que o número de cromossomos da célula entra em meiose II é haplóide. O Resultado final são 4 células haplóides, cada uma contendo 23 cromossomos, Também conhecida como divisão equacional, é a separação das cromátides. Tambem dividida em 5 fases:

Prófase II - 

Metáfse II -

Anáfase II - 

Telófase II - 

Citocinese - 





Bibliografia: Genética Médica, 

sábado, 4 de maio de 2013

Base Cromossômica da Hereditariedade - Resumo

           A cromatina(material nuclear da célula) compõe-se de ácido desoxirribonucleico (DNA) e uma classe complexa de proteínas cromossômicas.
          Os genes são unidades de informações genéticas.
          Citogenética é o estudo da estrutura e herança do cromossomo.
          Os humanos possuem 46 cromossomos, 22 deles são semelhantes em ambos os sexos e são denominados Autossomos. O par restante corresponde aos cromossomos sexuais: XX no sexo feminino e XY no masculino.
          Existem dois tipos de divisão celular: Mitose e Meiose.
          Mitose é a divisão habitual das células somáticas, pela qual o corpo cresce, se diferencia e realiza reparos.
          Meiose é a divisão das células  para a formação de gametas, masculino e feminino.
          As células somáticas tem o complemento cromossômico diplóide ou 2n (46 cromossomos), enquanto os gametas são haplóide ou n (23 cromossomos).










Bibliografia: Genética Médica

sexta-feira, 26 de abril de 2013



"Faça todo bem que puder, usando todos os meios que puder, de todas as maneiras que puder... para todas as pessoas que puder, durante o maior tempo que puder."
(John Wesley)

sexta-feira, 19 de abril de 2013

quarta-feira, 17 de abril de 2013

"Um grande prazer na vida é fazer o que dizem que você não é capaz de fazer..."
(Walter Gagehot)

domingo, 14 de abril de 2013

Síndrome de Rubinstein-Taybi

 Síndrome de Rubinstein-Taybi ou SRT 



Características:

 - Geralmente, o portador na fase de 0 a 2 anos engasga com líquido, tem vômitos constantes, resfriados ou broncopneumonias recorrentes e apneia do sono obstrutiva;
- Hálux (dedão do pé) e o polegar são largos e grandes;
- Excesso de cabelo, nariz pontiagudo, palato alto e curvado;
- Estatura baixa, nariz bicudo, orelhas ligeiramente malformadas, fendas antimongolóides dos olhos, sombrancelhas grossas ou altamente curvadas;
- Retardo metal varia em cada indivíduo.

Causas:

     Acredita-se que a causa seja genética, um pedaço da informação hereditária (do cromossomo 16) pode ter sido apagado ou ter mudado de lugar.

Epidemiologia:

   A síndrome não ocorre com frequência, ocorre em meninos e meninas, na mesma proporção, das raças branca e amarela.

História:

   A síndrome foi descrita primeiramente em um relatório de caso, em 1957, mas foi só em 1963 que os doutores Jack H. Rubinstein e Hooshang Taybi descreveram o quadro de 7 crianças com o polegar e hálux largos e grandes, anomalias faciais e retardo mental, nos EUA denominada Síndrome do Polegar e Hálux Largos e Grandes. Depois o nome dos pesquisadores foi dada à síndrome.

Fatos sobre a Síndrome de Rubinstein-Taybi:

   O diagnóstico da síndrome de Rubinstein-Taybi pode ser feito através de uma avaliação médica e física, radiografias dos polegares e do hálux largos e grandes, e análise de cromossomo. Não é detectada antes do nascimento.
   Um indivíduo que tenha a SRT tem uma chance alta de 50% para ter uma criança com a síndrome de Rubinstein-Taybi.
   Indivíduos com SRT são normalmente pessoas muito felizes, sociais. 
  A média da criança com síndrome de Rubinstein-Taybi aprenderá a sentar e a engatinhar entre 1-2 anos e aprenderá a andar entre 2-4 anos.
  No Brasil, foi fundada a Associação Brasileira dos Familiares e Amigos dos Portadores da Síndrome de Rubinstein-Taybi - ARTS no dia 27 de Março de 1999.

            * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *  * * * * * * * 

Trabalho apresentado a disciplina de Genética por:  Aline da Costa Torres, Eduardo Pullig e Shênia Corrêa Novo.

           * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *  * * * * * * *


Bibliografia: MARTINS, R. H. G; BUENO, E. C; FIORAVANTI, M. P; Síndrome de Rubinstein-Taybi: anomalias físicas manifestações clínicas e avaliação auditiva. Rev. Bras.Otorrinolaringol . vol.69 no.3 São Paulo May/June 200







sábado, 13 de abril de 2013

Genética

  O Trabalho de Mendel  



1 - Seleção de Material biológico;
2 - Obtenção de linhagens puras;
3 - Delineamento dos cruzamentos;
4 - Avaliação dos resultados;
5 - Postulados.

I - Pisum Sativum L. (Modelo de Mendel)

 Ciclo de vida curta;
 ➭ Facilidade de cultivo e manutenção;
  ➭ Auto fecundação obrigatória;
   Características contrastantes.

II - Plantas com uma característica eram autofecundadas e a prole selecionada até que plantas do mesmo tipo fossem formadas na progênie.

III - Caracteres contrastantes:

Mono - 1 caracter
Di -       2 caracter
Tri -      3 caracter

IV - Dois tipos para cada caracter - bionominal expansão (p + q) - p2 + 2pq + q2.

V - Lei da Pureza dos gametas (Herança Particulada):

- Monoibridismo - Refere-se a primeira lei de Mendel que diz que cada caracter é condicionado por um par de genes que se separam na formação dos gametas, envolvendo uma característica.

VI - Lei da Segregação Independente - Princípio da Segregação Independente:

- Diibridismo - É quando são analisados dois pares de alelos. Designa o cruzamento entre individuos que diferem nas formas alélicas de dois genes.





Dicionário de Biologia

Z

Zona Abissal = Parte do talassociclo. Região abaixo de 2.000 metros de profundidade.

Dicionário de Biologia

W

Dicionário de Biologia

Y

Dicionário de Biologia

X

Dicionário de Biologia

V

Varicocele = Dilatação de varizes no escroto.  Trata-se de um retorno impróprio de sangue venoso ao escroto, aumentando a pressão no seu interior ao ponto de formar varizes.

Dicionário de Biologia

U

Dicionário de Biologia

T

Tâmara = Fruto da tamareira, palmeira nativa do norte da África e da Ásia Ocidental.

Tireóide/Tiróide = Nome atual : Glândula Tireóidea. É uma das maiores glândulas endocrinas do corpo. Produz os hormônios tiroxina (T4) e triiodotironina (T3).  Está localizada na parte anterior do pescoço e tem o formato de borboleta. É fundamental o funcionamento desta glândula para garantir o equilíbrio e a harmonia do organismo.

Tonsilas  =   Nome antigo Amígdala.  São órgãos constituídos por aglomerados de tecidos linfóide localizados abaixo do epitélio da boca e da faringe.  São distinguíveis a tonsila faríngea, as tonsilas palatinas e as linguais.  ao contrário dos linfonodos, as tonsilas não ficam no trajeto de vasos linfáticos.  Produzem linfócitos, muitos dos quais penetram no epitélio e o atravessam, caindo na boca e na faringe.

Tracajá = Espécie de tartaruga da Amazônia.

Trompa de Eustáquio = Nome atual: Tuba Auditiva.  É o canal que liga o ouvido médio dos mamíferos á faringe e que ajuda a manter o equilíbrio da pressão do ar entre os dois lados da membrana timpânica.

Turbérculo Quadrigêmeo =  Nome Atual: Colículo Superior e Inferior.  São quatro pequenas saliências localizadas na parte posterior da protuberância e são também vias de passagens dos estímulos nervosos.


Dicionário de Biologia

S

Seringal = Grande quantidade de seringueiras próximas entre si; no Amazonas, propriedade ou fazenda geralmente a margem de rios.

Síndrome = É um termo médico designado a qualquer combinação de sinais ou sintomas que indiquem a existência de uma condição, um problema, uma doença.

Sintenia = Refere-se a propriedade de dois ou mais genes estarem localizados no mesmo cromossomo.

Sisal = Fibra usada para fazer corda, barbante, tapete.

Dicionário de Biologia

R

Recessividade = É o que só se expressa quando está homozigoto.

Região Ecotonal = Região onde há o encontro de ecossistemas distintos.  Transição entre dois biomas diferentes.

Resquício = Resíduo, o que sobrou de algo.

Dicionário de Biologia

Q

Dicionário de Biologia

P

Pleiotropia = Tem mesmo par de gene sob as mesmas condições ambientais, pode ser responsável pela determinação de dois ou mais caracteres.

Proveniente ´= Procede, que se origina ou vem de.

Pupa = Estágio intermediário entre a larva e a forma definitiva do inseto.

Dicionário de Biologia

O

Dicionário de Biologia

N

Nativo = Que se origina em determinado lugar.

Neutrófilos = Leucócitos envolvidos na resposta inflamatória.

Dicionário de Biologia

M


Migrar = Mudar de uma região para outra.

Dicionário de Biologia

L

Linfócitos = Leucócitos envolvidos na fase reguladora e disparadora da resposta imune.

Locus / Loci = Locus no singular, Loci no plural. É o lugar certo e invariável no cromossomo onde se situa o gene para determinado caráter.

Dicionário de Biologia

K

Dicionário de Biologia

J


Dicionário de Biologia

I

IBGE = Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, entidade governamental que divulga dados, estatísticas sobre o país, como número de habitantes, salários, consumo, inflação, etc.

Interleucina-2 = Uma citocina importante liberada por um tipo de glóbulo branco (as células T) e capaz de ativar e induzir a proliferação celular.

Dicionário de Biologia

H

Híbrido = Ou heterozigoto. É aquele que apresenta, para determinado caráter, um gene dominante e um gene recessivo.

Homozigoto = Ou homozigótico, diz-se do indivíduo que tem os dois genes alelos para um determinado caráter, com idêntica forma de expressão.

Dicionário de Biologia

G

Gene = Unidade fundamental de hereditariedade composto de DNA.

Genoma = Conjunto aploide dos cromossomos.

Genótipo = Constituição genética do indivíduo, não é visível, mas tão somente dedutível pela análise dos dados obtidos por cruzamento. É representados por letras.

Glândula Tireóidea = Nome Antigo: Tireóide.  É uma das maiores glândulas endocrinas do corpo. Produz os hormônios tiroxina (T4) e triiodotironina (T3).  Está localizada na parte anterior do pescoço e tem o formato de borboleta. É fundamental o funcionamento desta glândula para garantir o equilíbrio e a harmonia do organismo.

Dicionário de Biologia

F

Fatores Abióticos = Fatores ecológicos fisioquimicos, não biológicos tais como: chuva, vento, calor, luminosidade, etc.

Fenologia = Ramo da Ecologia que estuda os fenômenos periódicos dos seres vivos e suas relações com as condições do ambiente, como temperatura, luz e umidade, por exemplo, a floração dos vegetais e a migração das aves.

Fenótipo = Indica a manifestação visível ou apenas detectável do genótipo. São conjuntos de características variáveis e fisiológicas manifestadas no organismo.


Dicionário de Biologia

E

Epidemiologia =  É uma ciência que estuda quantitativamente a distribuição dos fenômenos de saúde/doença, e seus fatores condicionantes e determinantes, nas populações humanas.

Epistasia = Fenômeno que ocorre quando um gene "inibi" a ação de outro que não seu alelo, e está localizado em um cromossomo não homólogo.

Estrato Mielínico = Antiga Bainha de Mielina. É uma bainha rica em lipídeos revestindo muitos axônios tanto no sistema nervoso central como no periférico. A bainha de mielina é um isolante elétrico que permite uma condução mais rápida e mais energicamente eficiente dos impulsos. Esta bainha é formada pelas membranas celulares das celulas da glia (células de Schwann no sistema nervoso periférico e oligodendróglia no sistema nervoso centra). 

Dicionário de Biologia

D

Dominância = É o que determina o mesmo fenótipo tanto em homozigoto como em heterozigoto.

Dicionário de Biologia

C

Caboclo = Nascido de índio com branco.

Canal de Havers = Nome atual: Canal Central. É o conjunto de canais que percorrem longitudinalmente o osso, por onde passam os vasos sangüíneos e células nervosas. São microscópios. Tem a função de nutrir, mineralizar e enervar o osso.

Caregivers = Pessoas que cuidam de conjugues com demência (como no caso do Mal de Alzheimer).  Essa tarefa é árdua, que exige atenção nas 24h do dia, e na qual o indivíduo percebe a lenta desintegração do paciente.

Cromossomo = conjunto de genes. a especie humana possui 46 cromossomos. São formados pelo esperilamento grosso dos cromossomos.



Dicionário de Biologia

B


Bainha de Mielina = Nome atual Estrato de Mielínico. É uma bainha rica em lipídeos revestindo muitos axônios tanto no sistema nervoso central como no periférico. A bainha de mielina é um isolante elétrico que permite uma condução mais rápida e mais energicamente eficiente dos impulsos. Esta bainha é formada pelas membranas celulares das celulas da glia (células de Schwann no sistema nervoso periférico e oligodendróglia no sistema nervoso centra). 

Banquisa - Banco de gelo ou campo de gelo, é a camada superficial de gelo, resultante do congelamento da água do mar, que começa a se formar a partir dos -2ºC. Podem se elevar até 50m a 60m acima do nível do mar. A banquisa quebra-se e torna a soldar-se, é um gelo em placas. Seu tamanho no Ártico vem reduzindo a cada ano por causa do aquecimento global, o que coloca em risco a fauna e a flora do local, com o risco de extinção de várias espécies.

Bulbo Olfativo = Nome atual Bulbo Olfatório, são duas zonas do cérebro, situadas debaixo da parte anterior de cada um dos hemisférios cerebrais, protegidas e sustentadas pelas laminas crívosas. O bulbo olfatório é a sede central de elaboração das impressões olfativas transmitidas pelo nervo correspondente.


 

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Dicionário de Biologia

A

Abelha = Nome vulgar de insetos da ordem Himenópteros.

Aberrações Cromossomiais = Quaisquer alterações num carótipo normal.  Podem ser numéricas (polipoidia, aneuploidia) ou morfológica ( deleção, inversão, translocação).

Abeto = Nome vulgar de Gimnospermas, ordem Coniferales, gênero Abies. São árvores da família Pinaceae, nativas das florestas temperadas da Europa, Ásia e América do Norte.

Abiogenese = Transformação, no momento atual, de matéria não-viva em seres vivos, pela ação da Força Vital. Foi crença antiga do filósofo Aristoles ( séc. IV Ac) até o Séc. XIX Dc. A teoria Origem da Vida por Evolução Química é um tipo de abiogenese, em tempos remotos.

Açoreano = Natural do arquipélago de Açores (Portugal)

Abonaso = Sin. de coagulação. Última das 4 câmaras secretora de enzimas digestivas, do estômago dos ruminantes. Corresponde ao estômago dos outros animais.

Agente Químico = Substância química que produz efeitos de vários tipos

Alça Néfrica =  Antiga de Alça de Henle. É uma parte do rim; é o segmento do néfron que vem logo após o túbulo contorcido proximal, sendo uma estrutura tubular em forma de U, com uma porção espessa e outra delgada. Função de reabsorve água, contribuindo para a concentração urinária e reabsorver sódio, potássio, cálcio, magnésio.

 Amígdala = Nome atual Tonsila. São órgãos constituídos por aglomerados de tecido linfoide localizados abaixo do epitélio da boca e da faringe. São distinguíveis a tonsila faríngea, as tonsilas palatinas e as linguais. Ao contrário dos linfonodos, as tonsilas não 
ficam no trajeto de vasos linfáticos. Produzem linfócitos, muitos dos quais penetram no epitélio e o atravessam, caindo na boca e na faringe.

Asma = Doença crônica que se caracteriza por acesso de tosse e dificuldade de respirar.

Anestesia = Do grego: an - sem; esthesia - sensibilidade.

Apis mellifera  = Espécie principal da ordem dos Himenópteros.  Nome vulgar: abelha domestica, de origem européia, também chamada de Abelha-do-reino.